Polícia

Polícia divulga retrato falado de suspeito de assalto e homicídio duplo

Foi divulgado na noite da última sexta-feira (28) o retrato falado do acusado de ter praticado um duplo homicídio durante um roubo a um ônibus dalinha 1387 na noite da última quinta-feira (27) na BR-324. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/SSP

Por Laura Lorenzo no dia 29 de Outubro de 2016 ⋅ 11:21

Foi divulgado na noite da última sexta-feira (28) o retrato falado do acusado de ter praticado um duplo homicídio durante um roubo a um ônibus da linha 1387 na noite da última quinta-feira (27) na BR-324. O retrato foi produzido pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT), com a participação de um informante que estava na cena do crime, e foi solicitado pela Força-Tarefa que investiga mortes de policiais, unidade responsável por este caso.

A polícia divulgou ainda trechos de um dos circuitos de câmeras de uma empresa privada onde é possível ver os passageiros que estavam no coletivo correndo depois que os disparos foram feitos. No vídeo é possível ver ainda um homem que passa mancando, que foi o criminoso que entrou em luta corporal com o sargento da reserva da PM Gilberto Miranda de Andrade.

"Colhemos os depoimentos de dez pessoas e essas informações certamente nos ajudarão na elucidação desse crime", garantiu o coordenador do grupo, delegado Odair Carneiro.

O acusado foi descrito como “homem de cor da pele parda, com cerca de 1,75 de altura, sem barba e bigode, aparentando cerca de 20 anos de idade, vestindo camisa polo vermelha e calça jeans”..

Informações sobre o crime podem ser passadas, sem necessidade de identificação, através dos telefones 3116-0000 (plantão do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) e pelo Disque-Denúncia da SSP (3235-0000).

Vejao vídeo:

 

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia