Polícia

ONG Justiça Global denuncia à ONU ação da PM no Cabula que matou 12

A ONG Justiça Global anunciou nesta sexta-feira (7) que registrou denúncia à Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o caso da ação policial que resultou em 12 mortes na Vila Moisés, no Cabula, em Salvador. Para a entidade, no caso, é possível identificar diversos exemplos de "desrespeitos aos direitos referendados pelo Estado brasileiro".[Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Correio/Evandro Veiga

Por Matheus Simoni no dia 07 de Agosto de 2015 ⋅ 17:24

A ONG Justiça Global anunciou nesta sexta-feira (7) que registrou denúncia à Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o caso da ação policial que resultou em 12 mortes na Vila Moisés, no Cabula, em Salvador. Para a entidade, no caso, é possível identificar diversos exemplos de "desrespeitos aos direitos referendados pelo Estado brasileiro". A denúncia foi enviada a três relatorias da ONU: a de Execuções Sumárias, a de Independência do Judiciário e a de Defensores dos Direitos Humanos.

A denúncia indica a defesa do governador Rui Costa aos policiais, conclusões contrárias entre o inquérito da Polícia Civil e as conclusões do Ministério Público da Bahia, além da absolvição dos agentes policiais acusados pela Promotoria.

"O objetivo é que os relatores internacionais da ONU cobrem respostas das autoridades dos governos federal e estadual, assim como do Judiciário", informou a denúncia, que também aponta que familiares, integrantes da campanha "Reaja ou Será Morta, Reaja ou Será Morto" e promotores do caso estão em situação de risco, sendo ameaçados por policiais militares e grupos de extermínio.

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia