Polícia

Polícia faz reconstituição de ação policial no Cabula

A reconstituição da ação dos policiais militares que causou a morte de 12 pessoas no Cabula, em Salvador, no mês de fevereiro, começou na noite desta quarta-feira (27). Conforme a assessoria da Polícia Civil, a reconstituição deveria ter duração de até oito horas. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Rafael Bonifácio/Ponte Jornalismo

Por Juliana Almirante no dia 28 de Maio de 2015 ⋅ 07:01

A reconstituição da ação dos policiais militares que causou a morte de 12 pessoas no Cabula, em Salvador, no mês de fevereiro, começou na noite desta quarta-feira (27). Conforme a assessoria da Polícia Civil, a reconstituição deveria ter duração de até oito horas. Cerca de 70 policiais atuaram na ação, com apoio de uma delegacia móvel.


Seis peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) reproduziram no local as mesmas condições relatadas nos depoimentos. Durante a ação, o local ficou restrito até mesmo para os moradores do bairro. Os nove policiais suspeitos de envolvimento na ação foram denunciados pelo Ministério Público do Estado (MP-BA), que pediu a prisão dos PMs, com a acusação de que teriam cometido execução das vítimas por vingança.

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia