Polícia

Polícia prende dois responsáveis por ataques a caixas eletrônicos

A polícia prendeu responsáveis por ataques a caixas eletrônicos na Região Metropolitana de Salvador e no interior do estado. Neidson Macêdo dos Santos, 18 anos, e Jorge de Jesus Nunes, 30, foram capturados na operação integrada das polícias Militar e Civil, em Pojuca (16 Km de Salvador). Eles faziam parte da quadrilha de Antônio Dias, o “Colorido”, e foram apresentados à imprensa nesta quarta-feira (19), no auditório da Secretaria da Segurança Pública (Centro Administrativo da Bahia).[Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/ SSP-BA

Por Bárbara Gomes no dia 19 de Agosto de 2015 ⋅ 18:41

A polícia prendeu responsáveis por ataques a caixas eletrônicos na Região Metropolitana de Salvador e no interior do estado. Neidson Macêdo dos Santos, 18 anos, e Jorge de Jesus Nunes, 30, foram capturados na operação integrada das polícias Militar e Civil, em Pojuca (16 Km de Salvador). Eles faziam parte da quadrilha de Antônio Dias, o “Colorido”, e foram apresentados à imprensa nesta quarta-feira (19), no auditório da Secretaria da Segurança Pública (Centro Administrativo da Bahia). 

A polícia apreendeu, na residência de Neidson (18), um fuzil, quatro espingardas calibres 12 e 38, duas bananas de dinamite, nove coletes balísticos, barras de ferro, lanternas e outros equipamentos. O assaltante de caixas eletrônicos tornou-se maior de idade há pouco menos de um mês e já tinha outras passagens pela polícia. 

“Esse grupo agia encapuzado, com violência e sempre a mando de Colorido. Temos certeza da diminuição desse tipo de prática criminosa, após essas prisões”, afirmou Geraldo Nascimento, delegado titular da Delegacia Territorial de Pojuca.
 

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia