Polícia

Batalhão de Choque da PM conta com 3 cães treinados para identificar drogas e explosivos; companhia tem outros 36 animais

Três cães, de um total de 39, auxiliam o Batalhão de Choque da Polícia Militar farejando para que drogas e explosivos sejam identificados durante operações realizadas em eventos de grande porte e ainda em presídios da Bahia. [Leia mais...]

[Batalhão de Choque da PM conta com 3 cães treinados para identificar drogas e explosivos; companhia tem outros 36 animais]
Foto : Alberto Maraux

Por Luiza Leão no dia 03 de Setembro de 2017 ⋅ 19:13

Três cães, de um total de 39, auxiliam o Batalhão de Choque da Polícia Militar farejando para que drogas e explosivos sejam identificados durante operações realizadas em eventos de grande porte e ainda em presídios da Bahia. O trio formado por Ajax (pastor alemão), Andy (pastor malinois) e Basco (pastor alemão) integra o grupo da Companhia de Operações com Cães (COC). Além das investigações, os animais são utilizados em abordagem terapêutica para criancas especiais, a Cinoterapia.

A COC é comandada pela capitã Samanta Lacerda, primeira mulher a ocupar o posto e é também a primeira mulher na polícia baiana a ter os cursos de Cinotecnia (operação com Cães) e de condutor de cães de faro de entorpecente e explosivo.

Notícias relacionadas