Polícia

Suspeito de matar cobrador diz que usou azulejo como punhal: "Eu tava drogado"

Anderson Nunes dos Santos, conhecido como Buda, está preso desde a noite desta quinta-feira (4), como suspeito de matar o cobrador de ônibus Djaílson Miranda dos Reis, funcionário da empresa Costa Azul. Em entrevista ao repórter Marcelo Castro, da TV Record, "Buda" afirmou que cometeu o crime enquanto estava sob efeito de drogas. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/PC

Por Felipe Paranhos no dia 05 de Junho de 2015 ⋅ 09:55

Anderson Nunes dos Santos, conhecido como Buda, está preso desde a noite desta quinta-feira (4), como suspeito de matar o cobrador de ônibus Djaílson Miranda dos Reis, funcionário da empresa Costa Azul. Em entrevista ao repórter Marcelo Castro, da TV Record, "Buda" afirmou que cometeu o crime enquanto estava sob efeito de drogas.

"Eu tava drogado", declarou. Anderson disse ainda que usou um pedaço de azulejo que encontrou no lixo para assassinar o cobrador, que teria reagido à tentativa de assalto. "Ele me agarrou", falou.

"Buda" foi detido por policiais da 81ª Companhia Independente da Polícia Militar, de Itinga, e policiais civis. Por conta da morte de Djaílson, os rodoviários do sistema metropolitano de transporte cruzaram os braços e protestaram na quarta-feira (3).

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia