Política

Assembleia Legislativa cria gratificações e cargos para servidores

Segundo reportagem do jornal A Tarde, publicada neste sábado (26), a Assembleia Legislativa da Bahia criou na última sessão do ano uma gratificação para os servidores da Casa. A proposta, que estava entre mais de 30 matérias que seriam votadas, foi aprovada. [Leia mais...]

[ Assembleia Legislativa cria gratificações e cargos para servidores ]
Foto : Divulgação/ Assembleia Legislativa da Bahia

Por Matheus Morais no dia 26 de Dezembro de 2015 ⋅ 15:19

Segundo reportagem do jornal A Tarde, publicada neste sábado (26), a Assembleia Legislativa da Bahia criou na última sessão do ano uma gratificação para os servidores da Casa. A proposta, que estava entre mais de 30 matérias que seriam votadas, foi aprovada. Ela cria diretorias e cargos.

Ainda segundo a publicação, o Projeto de Resolução 2.405/2015 foi protocolado, teve as formalidades regimentais dispensadas em plenário e foi incluído na ordem do dia, sendo assinada pelos integrantes da mesa diretora da Assembleia, menos pelo deputado Leur Lomanto Junior (PMDB), que não participou da reunião.

A gratificação de incentivo funcional, de 5%, para servidores que ocupam cargos de nível médio que tenham curso superior ou curso de especialização com carga horária mínima de 360 horas, e a criação da Diretoria de Serviços Médico-Odontológicos e Assistência Social, cujo cargo de diretor terá um salário de R$ 7.088 estão na matéria.

Além do cargo de diretor de Serviços Médico-Odontológicos, foram criados outros dois cargos no projeto aprovado.

Notícias relacionadas

[MPF reforça pedido de condenação de Lula e mais 12 réus]
Política

MPF reforça pedido de condenação de Lula e mais 12 réus

Por Matheus Simoni no dia 11 de Dezembro de 2018 ⋅ 10:26 em Política

O imóvel, que é atribuído ao petista, é alvo de uma denúncia do órgão, que afirma que as empreiteiras Odebrecht e OAS compraram e pagaram por melhorias no sítio

[Benito Gama é alvo da Polícia Federal ]
Política

Benito Gama é alvo da Polícia Federal 

Por Alexandre Galvão no dia 11 de Dezembro de 2018 ⋅ 06:52 em Política

Segundo a PF, o senador Aécio Neves comprou apoio político do Solidariedade, por R$ 15 milhões