Política

Após críticas, Dilma Rousseff considera reduzir número de ministérios

Uma das principais críticas ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT) é a quantidade de ministérios – 39 atualmente. Em entrevista ao Programa do Jô na noite da última sexta-feira (12), a petista considerou a hipótese de corte. [Leia mais...]

[Após críticas, Dilma Rousseff considera reduzir número de ministérios]
Foto : Agência Brasil

Por Bárbara Silveira no dia 13 de Junho de 2015 ⋅ 11:30

Uma das principais críticas ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT) é a quantidade de ministérios – 39 atualmente. Em entrevista ao Programa do Jô na noite da última sexta-feira (12), a petista considerou a hipótese de corte. “Vou dizer: criticam muito porque temos muitos ministérios. Eu acho que teremos de ter menos ministérios no futuro”, disse. Questionada sobre o Ministério da Pesca, respondeu: “Se você tiver a Pesca com a Agricultura, acho até que no futuro você poderá ter uma situação assim.”

Dilma comentou as críticas que vem recebendo, o que, segundo ela, a deixam “triste”. "É todo dia. Tem horas que exageram um pouco. Pegam pesado. Mas é da atividade pública (...) eu tenho de aceitar que as pessoas não gostem do que eu faço. Tenho de aceitar. Eu não levo no pessoal. Agora, se você quer saber se eu fico triste? Fico, sim. Em algumas horas, eu fico bastante triste. Porque é aquele negócio: ninguém é de ferro”, completou.

Notícias relacionadas

[Dodge pede mais 60 dias para investigação sobre Aécio]
Política

Dodge pede mais 60 dias para investigação sobre Aécio

Por Marina Hortélio no dia 16 de Novembro de 2018 ⋅ 16:00 em Política

Inquérito que investiga o senador por suposto recebimento de valores indevidos pela Construtora Norberto Odebrecht para a campanha eleitoral de 2014

[Moro pede exoneração do cargo de juiz ]
Política

Moro pede exoneração do cargo de juiz 

Por Alexandre Galvão no dia 16 de Novembro de 2018 ⋅ 13:33 em Política

No documento, o futuro ministro da Justiça alegou que é notório o convite e aceite para a assumir a pasta em 2019