Política

Wagner exalta Rui Costa e destaca avanço do metrô de Salvador

Questionado sobre a atuação do governador Rui Costa (PT), o atual ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, classificou Rui como "gigante para Salvador" e afirmou que "é um ano difícil, mas ele tá se virando". [Leia mais...]

[Wagner exalta Rui Costa e destaca avanço do metrô de Salvador]
Foto : Reprodução/GOVBA

Por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 29 de Dezembro de 2015 ⋅ 09:51

Questionado sobre a atuação do governador Rui Costa (PT), o atual ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, classificou Rui como "gigante para Salvador" e afirmou que "é um ano difícil, mas ele tá se virando". "Nós que tiramos o metrô do papel. Se continuasse na prefeitura, o metrô não ia rodar. Ia ficar rodando aquele elefante branco. Eu não fico abusando. Não sou daqueles que fica dizendo que fui eu quem elegi. Eu sempre disse a Rui para ser melhor que eu", disse em entrevista à Rádio Metrópole, nesta terça-feira (29).

Wagner falou ainda sobre a opinião popular em relação a Rui antes da eleição. "O povo dizia que ele era quiabo duro e disso ele não tem nada. Eu sabia que não ia tomar susto quando escolhi Rui. Ele já visitou 82 municípios. A Bahia está satisfeita, o povo de Salvador também. Eu fico com orgulho. Vamos ter as avenidas transversais e o metrô de quarenta e tantos quilômetros (...) eu vou e volto para Brasília de avião comercial. Vou em farmácia, em mercado, em restaurante, eu sou grato, a gente trabalhou muito", afirmou.

 

Notícias relacionadas

[PF faz buscas em endereços de Ciro Nogueira do PP]
Política

PF faz buscas em endereços de Ciro Nogueira do PP

Por Clara Rellstab no dia 22 de Fevereiro de 2019 ⋅ 07:17 em Política

Cerca de 30 policiais federais cumprem 7 mandados de busca e apreensão nas cidades de Teresina, Brasília e São Paulo

[Ex-assessor diz que dava 2/3 do salário a Queiroz]
Política

Ex-assessor diz que dava 2/3 do salário a Queiroz

Por Clara Rellstab no dia 22 de Fevereiro de 2019 ⋅ 06:46 em Política

O depoente, que, assim como Queiroz, é policial militar, disse que ganhava aproximadamente R$ 6 mil por mês como assessor de Flávio