Política

STF autoriza quebra dos sigilos bancário e fiscal de Eduardo Cunha

A quebra dos sigilos bancário e fiscal do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Além de Cunha, a mulher dele, Cláudia Cruz, a filha, Danielle Dytz da Cunha, além de pelo menos três empresas ligadas à família, também sofrerão com a medida. [Leia mais...]

[STF autoriza quebra dos sigilos bancário e fiscal de Eduardo Cunha]
Foto : Laycer Tomaz / Câmara dos Deputados

Por Camila Tíssia no dia 08 de Janeiro de 2016 ⋅ 07:58

A quebra dos sigilos bancário e fiscal do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Além de Cunha, a mulher dele, Cláudia Cruz, a filha, Danielle Dytz da Cunha, além de pelo menos três empresas ligadas à família, também sofrerão com a medida. De acordo com publicação da Folha, a decisão foi do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, e atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República. O período de análise será de 2005 a 2014.
 
A família é investigada no Supremo por suspeita de ter mantido contas secretas no exterior, que teriam sido abastecidas com recursos desviados de negócios da Petrobras na África. Parte dos dados fiscais já foram enviados pela Receita Federal aos procuradores que atuam na Lava Jato e embasaram o pedido de busca e apreensão na residência oficial da Câmara e endereços relacionados a Cunha, realizada em dezembro com autorização do Supremo.
 
Ainda segundo o jornal, o peemedebista pretende processar a Receita Federal alegando vazamento de dados sigilosos. Ele acusa o governo de usar um órgão de Estado para perseguir adversários. “Venezuela é aqui”, dispara.

 

Comentarios

Notícias relacionadas

[Bolsonaro decide fugir de debates na TV no primeiro turno]
PolíticaELEIÇÕES 2018

Bolsonaro decide fugir de debates na TV no primeiro turno

Por Metro1 no dia 22 de Junho de 2018 ⋅ 20:00 em Política

Sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa pelo Palácio do Planalto, o deputado federal tem liderado todas as pesquisas de intenção de votos.

[Fachin arquiva pedido de liberdade de Lula]
Política

Fachin arquiva pedido de liberdade de Lula

Por Metro1 no dia 22 de Junho de 2018 ⋅ 19:31 em Política

"Verifico a inadmissão superveniente do aludido recurso excepcional, providência que acarreta a alteração do quadro processual", justificou ministro do STF

[Justiça homologa delação de Antonio Palocci]
Política

Justiça homologa delação de Antonio Palocci

Por Metro1 no dia 22 de Junho de 2018 ⋅ 17:40 em Política

Ex-ministro foi condenado pelo juiz Sergio Moro em junho do ano passado a 12 anos de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva