Política

Suíca nega favoritismo para reeleição: “Eleição começa no 0 a 0”

O ex-líder da oposição na Câmara de Vereadores de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT) descartou o favoritismo em relação à sua reeleição em 2016 para o Legislativo e afirmou em entrevista ao Metro1, na tarde desta terça-feira (12), que para ele o jogo ainda não está ganho. [Leia mais...]

[Suíca nega favoritismo para reeleição: “Eleição começa no 0 a 0”]
Foto : Assessoria do vereador Luiz Carlos Suíca

Por Matheus Morais no dia 12 de Janeiro de 2016 ⋅ 15:54

O ex-líder da oposição na Câmara de Vereadores de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT) descartou o favoritismo em relação à sua reeleição em 2016 para o Legislativo e afirmou em entrevista ao Metro1, na tarde desta terça-feira (12), que para ele o jogo ainda não está ganho. “Nosso trabalho é reconhecido porque conseguimos aglutinar muitas forças. Quando nós chegamos na Casa existia uma confusão entre muitos vereadores. Essa possibilidade que dizem de eu já estar eleito, é lenda para acomodar a gente. Não sei se Waldir Pires não será candidato, mas se ele não for candidato, a vaga deixada por ele não será digladiada entre nós. Ele deve apresentar alguém da corrente dele. Eu espero que o PT tenha musculatura para eleger a mesma bancada que elegeu na eleição anterior, que chegue a mais. Eu acho que as eleições devem ser municipalizadas”, disse. 


“Eleição começa no 0 a 0, todo mundo é igual. Não existe a possibilidade de já ganhou. Isso é para botar o pé no freio, vou continuar trabalhando como sempre trabalhei. Não tem vereador em situação confortável”, completou. 


Sobre um possível desconforto com a vereadora Aladilce Souza (PCdoB) pela sua substituição na liderança da oposição na Câmara, Suíca nega e diz que a mudança já estava acertada. “Foi acertado de eu ficar um ano e depois haveria o revezamento. Acho que Aladilce vai conduzir a oposição com sabedoria e eu estaria aqui para ajudá-la. Não houve nenhuma crise e nem desconforto”, ressaltou. 

 

Notícias relacionadas

[Juiz manda PT baiano devolver mais de R$ 40 mil ]
Política

Juiz manda PT baiano devolver mais de R$ 40 mil 

Por Alexandre Galvão no dia 21 de Janeiro de 2019 ⋅ 09:56 em Política

Nas ações, são citados o presidente do partido na Bahia, Everaldo Anunciação e Ivan Alex Teixeira Lima, secretário de Finanças

[Manoel Vitório nega conversas sobre privatização da Embasa]
Política

Manoel Vitório nega conversas sobre privatização da Embasa

Por Clara Rellstab no dia 21 de Janeiro de 2019 ⋅ 09:23 em Política

“Não tem nenhum estudo elaborado sobre isso. Eu acho que o Estado não pode abrir mão de analisar nenhum tipo de ativo dele, mas tem que ser alguma coisa bem feita”, ponde...