Domingo, 05 de dezembro de 2021

Política

Sérgio Camargo deve apagar posts contra decisão judicial do MPT

Desde 11 de outubro, Camargo está proibido de nomear ou exonerar funcionários

Sérgio Camargo deve apagar posts contra decisão judicial do MPT

Foto: Reprodução/TV Record

Por: Luciana Freire no dia 24 de outubro de 2021 às 17:30

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, deve retirar de suas redes sociais postagens contra decisão da justiça do trabalho de Brasília que o proíbe de nomear e exonerar funcionários na instituição. A decisão é do juiz Gustavo Carvalho Chehab, da 21ª Vara do Trabalho de Brasília, e foi determinada na última sexta-feira (22). Desde 11 de outubro, Camargo está proibido de nomear ou exonerar funcionários.

A determinação atendeu, parcialmente, a um pedido do Ministério Público do Trabalho (MPT), que solicita o afastamento de Camargo da presidência. De acordo com a ação, o gestor é responsável por "perseguição político-ideológica, discriminação e tratamento desrespeitoso com os funcionários".

Conforme a determinação, os atos de gestão podem ser feitos apenas pelo presidente Jair Bolsonaro ou por alguma autoridade indicada por ele.

Sérgio Camargo deve apagar posts contra decisão judicial do MPT - Metro 1