Política

Lídice não descarta candidatura do PSB nas eleições deste ano em Salvador

Questionada sobre as eleições deste ano, a presidente do PSB, senadora Lídice da Mata, não descartou a possibilidade de candidatura do partido em Salvador. [Leia mais...]

[Lídice não descarta candidatura do PSB nas eleições deste ano em Salvador]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 25 de Janeiro de 2016 ⋅ 11:38

Questionada sobre as eleições deste ano, a presidente do PSB, senadora Lídice da Mata, não descartou a possibilidade de candidatura do partido em Salvador. De acordo com Lídice, ainda é necessário conversar com outros partidos. "É possível. Embora a gente não tenha tomado uma decisão. Não é uma candidatura que diz respeito apenas ao PSB. É uma questão que diz respeito os partidos aliados, a negociação com cada um deles. Estou tentando dar uma contribuição ao governador, ao governo, ao nosso campo político de analisar a situação de Salvador", disse em entrevista ao Metro1.

Lídice comentou ainda as conversas que têm tido. "Estive com a deputada Alice Portugal na semana passada, também o deputado Daniel Almeida, o ministro Juca Ferreira. Tenho outras conversas marcadas", afirmou. "Tenho dito que o PSB sempre estará a frente da luta de Salvador como sempre estivemos. Posso assegurar que estarei na luta deste lado para contribuir para esta batalha", completou.

 

Notícias relacionadas

[Bolsonaro divulga texto que cita Brasil 'ingovernável']
Política

Bolsonaro divulga texto que cita Brasil 'ingovernável'

Por Matheus Simoni no dia 17 de Maio de 2019 ⋅ 14:55 em Política

O texto, que não tem autor conhecido, afirma que o País "está disfuncional", não por culpa de Bolsonaro, mas que "até agora (o presidente) não fez nada de fato, não aprov...

['Carlos sabe como manipular o pai', diz Bebianno]
Política

'Carlos sabe como manipular o pai', diz Bebianno

Por Juliana Rodrigues no dia 17 de Maio de 2019 ⋅ 12:40 em Política

"O presidente está perdendo quase todos os seus verdadeiros aliados por conta disso", analisou o ex-ministro, em entrevista à revista Veja