Segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Política

Xuxa se revolta com bancada evangélica de Salvador: “Deus não é preconceituoso"

Apresentadora comentou publicação sobre choro de vereadora durante sessão que discute o Plano Municipal de Cultura que inclui temática LGBT

Xuxa se revolta com bancada evangélica de Salvador: “Deus não é preconceituoso"

Foto: Reprodução

Por: Metro1 no dia 06 de dezembro de 2021 às 20:04

A apresentadora Xuxa Meneghel reagiu de forma dura contra os vereadores da bancada evangélica de Salvador, após a repercussão do discurso da vereadora Laina Crisóstomo (PSOL) em sessão da última quarta-feira (2). A parlamentar chorou ao falar do preconceito que já sofreu por ser lésbica e com a resistência da bancada evangélica em colocar em votação o Plano Municipal de Cultura, devido à presença da temática LGBTQIA+ entre os eixos do documento. O projeto já tramita na casa há cinco meses.

Xuxa comentou em um perfil do Instagram, que publicou uma matéria sobre o discurso da vereadora, e acusou os vereadores conservadores de usarem o nome de Deus para justificar seus preconceitos. “Deus não é preconceituoso, Deus não discrimina ninguém, Deus é amor, parem de usar o nome de Deus pra destilar seus venenos”, escreveu a rainha dos baixinhos.

A apresentadora ainda questionou o argumento dos vereadores evangélicos de respeitar a orientação sexual das pessoas. “Respeitamos a orientação sexual???? Como assim??? Onde tem respeito? É condição, é desejo, é orientação, é vontade é tudo que um ser humano tem direito e nada nem ninguém na terra pode julgar ou ser julgado por isso, mania de querer ser mais que todo mundo, mania de se meter na vida dos outros, mania de usar Deus pra justificar seus preconceitos” sic.

A Câmara de Vereadores de Salvador pautou para esta terça-feira (6), a partir das 14h30, sessão para votação do texto que cria o Plano Municipal de Cultura da capital. A apreciação da matéria, que ocorreria na última quarta-feira (1º), acabou adiada após resistência da bancada evangélica, que defende a exclusão do termo cultura LGBTQIA+ no bojo da proposta.

 

Xuxa se revolta com bancada evangélica de Salvador: “Deus não é preconceituoso" - Metro 1