Política

Delfim sobre Dilma ser vaiada: “Ela fez muito bem de ir enfrentar isso”

O ex-ministro da Fazenda, Antonio Delfim Netto falou, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (3), sobre a posição da presidente Dilma Rousseff, que, segundo ele, fez bem em enfrentar os oposicionistas e criticou a postura dos mesmos com relação as vaias destinadas à petista. [Leia mais...]

[Delfim sobre Dilma ser vaiada: “Ela fez muito bem de ir enfrentar isso”]
Foto : Reprodução / Jornal GGN

Por Paloma Andrade no dia 03 de Fevereiro de 2016 ⋅ 09:22

O ex-ministro da Fazenda, Antonio Delfim Netto falou, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (3), sobre a posição da presidente Dilma Rousseff, que, segundo ele, fez bem em enfrentar os oposicionistas e criticou a postura dos mesmos com relação as vaias destinadas à petista.
    
“A presidente indo ao Congresso disse que ia assumir o protagonismo. Ontem [terça-feira] o que teve no Congresso foi uma falta de educação monumental, uma cerimônia onde a primeira autoridade da nação, não é uma pessoa que possa ser vaiada no Congresso. Ela fez muito bem de ir enfrentar isso. Se ela assumiu isso, pro Congresso debater, vai haver discussão, mas o que sai de lá é um pouquinho melhor do que foi. Basta botar o Congresso para funcionar”. 

Delfim disse, ainda, que há problemas para serem resolvidos. “Criar expectativa de que estamos construindo o futuro estruturável, não é um equilíbrio fiscal de qualquer jeito, é estrutural. Há abusos que precisam ser corrigidos, o que eu sempre digo: os problemas são as vinculações. A pretensão do constituinte que era melhor do que tudo que vinha depois. São paulo é o exemplo disso: em São Paulo tem mais escola do que aluno, aqui o sindicatos têm o comportamento equivocado. O Brasil é corporativista”, afirmou. 

Notícias relacionadas

[Vereadores do PRB declaram apoio a Geraldo Júnior]
Política

Vereadores do PRB declaram apoio a Geraldo Júnior

Por Matheus Simoni no dia 17 de Outubro de 2018 ⋅ 16:07 em Política

A informação foi confirmada pelo deputado e presidente municipal do partido, Márcio Marinho (PRB), em contato com o Metro1