Política

Lava Jato: Delações são defendidas por Janot em parecer enviado ao STF

Em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, defendeu as delações premiadas da Operação Lava Jato e opinou pela rejeição de um recurso do ex-ministro Antonio Palocci, que solicitou anulação dos acordos de Fernando Baiano e Alberto Youssef porque ambos teriam mentido sobre fatos envolvendo Palocci. [Leia mais...]

[Lava Jato: Delações são defendidas por Janot em parecer enviado ao STF]
Foto : Fellipe Sampaio/ SCO/ STF

Por Jessica Galvão no dia 12 de Fevereiro de 2016 ⋅ 14:33

Em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, defendeu as delações premiadas da Operação Lava Jato e opinou pela rejeição de um recurso do ex-ministro Antonio Palocci, que solicitou anulação dos acordos de Fernando Baiano e Alberto Youssef porque ambos teriam mentido sobre fatos envolvendo Palocci.

O ministro Teori Zavascki negou o pedido para anulação das delações, mas a defesa recorreu para que a Segunda Turma do Supremo analise o caso. O tema já está finalizado para ser levado a julgamento.

"É fundamental ressaltar que a apuração na denominada Operação Lava Jato, tanto o que se encontra em curso na Justiça Federal do Paraná ou a em trâmite perante o Supremo Tribunal Federal, busca desvelar a prática de crimes sem precedentes na história do país, no que se refere à corrupção, à lavagem de dinheiro e aos crimes contra o sistema financeiro, dentre outros. Os fatos e delitos já apurados demonstram que a sociedade brasileira tem diante de si uma grave afronta à ordem constitucional e republicana", afirma Janot.

Notícias relacionadas

[Temer assina decreto de extradição de Cesare Battisti]
Política

Temer assina decreto de extradição de Cesare Battisti

Por Matheus Simoni no dia 14 de Dezembro de 2018 ⋅ 16:54 em Política

Condenado por quatro homicídios na Itália na década de 1970, Battisti estava no Brasil e encontra-se foragido da justiça, segundo a Polícia Federal