Política

OAB quer que Senado afaste Delcídio do Amaral das atividades

Nos próximos dias, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai encaminhar ao Senado um requerimento pedindo o afastamento imediato do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), enquanto durarem as investigações por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Casa. [Leia mais...]

[OAB quer que Senado afaste Delcídio do Amaral das atividades]
Foto : Ana Volpe/Agência Senado

Por Camila Tíssia no dia 28 de Fevereiro de 2016 ⋅ 19:53

Nos próximos dias, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai encaminhar ao Senado um requerimento pedindo o afastamento imediato do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), enquanto durarem as investigações por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Casa. 

De acordo com o presidente da OAB, Claudio Lamachia, a entidade não faz juízo de valor quanto à culpa do petista à medida que o processo que investiga o senador não está concluído. “Ao se manter no cargo, o senador debocha dos cidadãos, inclusive com poder para interferir no andamento do processo”, disse o presidente da OAB em entrevista à Agência Brasil.

Na avaliação do relator do processo no Conselho Federal da OAB, André Godinho, autor do voto que originou o pedido para que Delcídio tenha o mandato suspenso, a gravidade dos casos relatados sobre o senador desgasta a imagem não só do parlamentar, mas também do Congresso. “É perigoso que um processo com provas tão evidentes se desenrole no Conselho de Ética com o parlamentar ainda no cargo. Pediremos a suspensão cautelar do mandato enquanto houver investigações”, justificou.

Este mês a OAB também pediu ao Conselho de Ética da Câmara o afastamento do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB- RJ), para facilitar a investigação de denúncias contra o deputado no colegiado.

Notícias relacionadas