Política

STF nega adiamento de sessão que vai analisar denúncia contra Eduardo Cunha

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki negou pedido para adiar o julgamento da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), previsto para esta quarta-feira (2). [Leia mais...]

[STF nega adiamento de sessão que vai analisar denúncia contra Eduardo Cunha]
Foto : Antônio Cruz/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 01 de Março de 2016 ⋅ 18:51

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki negou pedido para adiar o julgamento da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), previsto para esta quarta-feira (2). A defesa do parlamentar alegou que o Supremo não pode julgar se abre ação penal contra Cunha sem julgar dois recursos protocolados pelos advogados, que pedem mais tempo para a contestação.

O presidente da Câmara foi denunciado em agosto do ano passado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sob a acusação de ter recebido propina para que um contrato de navios-sonda da Petrobras fosse viabilizado.

Notícias relacionadas