Política

Oposição decide obstruir votações na Câmara para forçar impeachment

Após reunião na noite da última sexta-feira (4), presidentes e líderes de partidos de oposição no Congresso Nacional reafirmaram integral apoio e confiança nas instituições nacionais e no trabalho de investigação feito pela Operação Lava Jato. [Leia mais...]

[Oposição decide obstruir votações na Câmara para forçar impeachment]
Foto : Fábio Rodrigues Possebom/ABr

Por Matheus Simoni no dia 05 de Março de 2016 ⋅ 11:00

Após reunião na noite da última sexta-feira (4), presidentes e líderes de partidos de oposição no Congresso Nacional reafirmaram integral apoio e confiança nas instituições nacionais e no trabalho de investigação feito pela Operação Lava Jato. Em entrevista coletiva, o senador Aécio Neves (PSDB) leu nota em que partidos oposicionistas reafirmam apoio à operação e anunciaram obstrução na Câmara a partir de segunda-feira (7) para pressionar pela instalação da comissão do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

A nota diz que a oposição convocará os brasileiros para acompanhar os acontecimentos e que rechaça "com vigor" as ameaças de radicalismo, que "só têm como objetivo esconder a verdade e dividir o país". Os parlamentares também fizeram menção ao protesto que será realizado em diversas capitais do país no próximo dia 13 "para permitir o reencontro do Brasil com seu futuro".

Os oposicionistas ressaltam que "é hora de exigir respeito ao Estado Democrático de Direito, que determina que nenhum brasileiro está acima das leis e da Constituição", e que todos, “sem exceção, devem responder pelos seus atos perante a justiça”. “Os brasileiros têm direito de conhecer a verdadeira história do país, escondida, durante anos, pelas mentiras, pela manipulação e pela propaganda”, acrescenta a nota da oposição.

Notícias relacionadas