Política

Maduro classifica como"manobra midiática" ação de senadores brasileiros

O governo da Venezuela classificou como “manobra midiática” as tentativas de grupos de direita nacional e internacional que tentaram construir à base de mentiras os episódios envolvendo a visita de uma comissão de senadores brasileiros. [Leia mais...]

[Maduro classifica como
Foto : Agência Brasil

Por Bárbara Silveira no dia 20 de Junho de 2015 ⋅ 16:30

O governo da Venezuela classificou como “manobra midiática” as tentativas de grupos de direita nacional e internacional que tentaram construir à base de mentiras os episódios envolvendo a visita de uma comissão de senadores brasileiros. Segundo a nota oficial emitida neste sábado (20), “os senadores chegaram ao país com o único propósito de desestabilizar a democracia venezuelana, gerar confusão e conflito entre os países irmãos [Brasil e Venezuela]”.

Segundo o governo de Nicolás Maduro, é mentira que o governo tenha negado permissão de sobrevoo para a delegação brasileira, antes mesmo dela apresentar formalmente qualquer explicação. Em nota, ele também desmente que o governo teria obstruído a estrada principal que liga o aeroporto a cidade de Caracas. O episódio teve início na última quinta-feira (18), quando uma missão oficial do Senado, composta de oitos senadores da oposição foi a Venezuela para verificar as condições em que se encontram os presos que são opositores ao regime do governo de Maduro. Segundo os senadores brasileiros, eles foram impedidos de visitar as pessoas.

Notícias relacionadas

[Justiça manda soltar Joesley Batista ]
Política

Justiça manda soltar Joesley Batista 

Por Alexandre Galvão no dia 12 de Novembro de 2018 ⋅ 14:44 em Política

Advogado do dono da JBS, Perpaolo Bottini afirmou que a soltura demonstra "a ilegalidade e gravidade da prisão"

[Em ato falho, Moro diz: 'Não sou um político que minto']
Política

Em ato falho, Moro diz: 'Não sou um político que minto'

Por Matheus Simoni no dia 12 de Novembro de 2018 ⋅ 09:48 em Política

Durante entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo, Moro voltou a dizer que, apesar de aceitar o cargo de ministro, não migrou para a política, reafirmando que o ca...