Política

Odebrecht pagou US$ 14,3 milhões a ex-diretores da Petrobras, diz Sérgio Moro

O juiz federal Sérgio Moro disse nesta terça-feira (8) que a força-tarefa da Operação Lava Jato comprovou que a empreiteira Odebrecht pagou 14,3 milhões de dólares e mais 1,9 milhão de francos suíços aos ex-diretores da Petrobras Paulo Roberto Costa, Renato Duque e Pedro Barusco, em contas offshore no exterior, entre 2007 e 2011. [Leia mais...]

[Odebrecht pagou US$ 14,3 milhões a ex-diretores da Petrobras, diz Sérgio Moro]
Foto : Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 08 de Março de 2016 ⋅ 18:03

O juiz federal Sérgio Moro disse nesta terça-feira (8) que a força-tarefa da Operação Lava Jato comprovou que a empreiteira Odebrecht pagou 14,3 milhões de dólares e mais 1,9 milhão de francos suíços aos ex-diretores da Petrobras Paulo Roberto Costa, Renato Duque e Pedro Barusco, em contas offshore no exterior, entre 2007 e 2011.

A afirmação de Moro consta na sentença que condenou o  empresário Marcelo Odebrecht e três ex-executivos da empreiteira por crimes como corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa. Segundo o juiz, a Odebrecht participou do esquema de cartel de licitações da Petrobras e destinou um percentual dos valores recebidos para pagar propina aos ex-diretores da estatal.

Ainda segundo Sérgio Moro, o empreiteiro Marcelo Odebrecht, apesar de negar que atuasse diretamente nos negócios da empresa com a Petrobras, tinha conhecimento dos pagamentos irregulares.

Notícias relacionadas

[Mourão diz que MEC precisa de 'freio de arrumação']
Política

Mourão diz que MEC precisa de 'freio de arrumação'

Por Matheus Simoni no dia 22 de Março de 2019 ⋅ 12:40 em Política

Declaração foi feita após ele ser questionado se ele está “desconfortável” com os “desencontros” verificados na pasta, comandada pelo ministro Ricardo Vélez Rodríguez