Política

Empresa chinesa virá à Bahia para analisar implantação do VLT de Salvador

Segundo o governo do estado, uma das maiores empresas chinesas na área de infraestrutura e logística, com mais de 13 mil quilômetros de ferrovia construídos, garantiu que vai enviar uma delegação à Bahia, visando viabilizar a implantação do VLT de Salvador. [Leia mais...]

[Empresa chinesa virá à Bahia para analisar implantação do VLT de Salvador ]
Foto : Divulgação/ Gov BA

Por Matheus Morais no dia 11 de Março de 2016 ⋅ 12:03

Segundo o governo do estado, uma das maiores empresas chinesas na área de infraestrutura e logística, com mais de 13 mil quilômetros de ferrovia construídos, garantiu que vai enviar uma delegação à Bahia, visando viabilizar a implantação do VLT de Salvador. A decisão do CEO da China Tiesiju Civil Engineering (CTCE), Chuanlin Wang, foi tomada durante reunião com o governador Rui Costa na sede do grupo, na cidade de Hefei, nesta sexta-feira (11), último dia da Missão Oficial do Governo do Estado no país asiático.
 
Ainda de acordo com o governo, além do VLT, que vai ligar o Subúrbio Ferroviário ao bairro do Comércio, contribuindo para desafogar o trânsito de toda capital, os técnicos do CTCE também vão aprofundar os estudos sobre os projetos de água e saneamento para Salvador. A seleção das ações aconteceu após apresentação de todas as obras de infraestrutura que o governador Rui Costa negociou  com grupos chineses, ao longo dos últimos cinco dias.

A empresa também pode vir a investir nos projetos da Ponte Salvador-Itaparica e na Fiol (Ferrovia Oeste-Leste). “Nós temos grande interesse em iniciar nossos investimentos no Brasil e sentimos segurança na modelagem proposta pelo governador. Nossa maior preocupação é com a segurança do negócio. A rentabilidade fica em segundo plano. Vamos buscar essas duas primeiras ações como teste para investir em projetos maiores na sequência, já com a experiência aprovada”, disse Wang.

Notícias relacionadas

[Governo prepara MP para recadastrar armas irregulares]
Política

Governo prepara MP para recadastrar armas irregulares

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 08:00 em Política

Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, negou que a medida seja uma forma de anistia: "No governo do PT ninguém nunca chamou de anistia, por que vai chamar no governo do...

[Decreto da arma ignorou sete sugestões de Moro, diz coluna]
Política

Decreto da arma ignorou sete sugestões de Moro, diz coluna

Por Clara Rellstab no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 06:49 em Política

A sugestão de Moro era mais restritiva: previa a posse para duas armas, e não quatro; não prolongava automaticamente registros já concedidos para dez anos e exigia a comp...

[Senador Fernando Collor anuncia filiação ao PROS]
Política

Senador Fernando Collor anuncia filiação ao PROS

Por Clara Rellstab no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 06:28 em Política

Eleito em 1989 presidente da República, o primeiro eleito pelo voto popular após a ditadura militar, Collor comandou o país entre 1990 e 1992, quando sofreu impeachment