Política

Abertura do 7º inquérito para investigar Renan Calheiros é pedida pela PGR

Foi pedido pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot ao Supremo Tribunal Federal, a abertura do sétimo inquérito para investigar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) na Operação Lava Jato, que investiga um esquema de desvio de dinheiro na Petrobras [Leia mais...]

[Abertura do 7º inquérito para investigar Renan Calheiros é pedida pela PGR]
Foto : Divulgação

Por Alaine Brasil no dia 11 de Março de 2016 ⋅ 19:37

Foi pedido pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot ao Supremo Tribunal Federal, a abertura do sétimo inquérito para investigar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) na Operação Lava Jato, que investiga um esquema de desvio de dinheiro na Petrobras. A finalidade do inquérito é apurar se o senador cometeu crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em razão de suspeitas apontadas pelo delator Carlos Alexandre de Souza Rocha, o Ceará. Para a PGR, houve "repasse, de forma oculta e disfarçada" de vantagem pecuniária indevida ao parlamentar.

Na delação, Ceará afirmou que, entre 2009 e 2014 – não se lembra exatamente em qual ano – "houve um movimento no Congresso Nacional para instalação de uma CPI da Petrobras" e que ouviu Alberto Yousseff dizer que daria R$ 2 milhões a Renan para evitar a instalação.

De acordo com o delator, entre janeiro e fevereiro de 2014, Youssef disse a ele para pegar R$ 1 milhão em Recife (PE) e levar para Renan em Maceió. O dinheiro seria parte de dívida da construtora Camargo Corrêa com Youssef.

Notícias relacionadas

[Governo prepara MP para recadastrar armas irregulares]
Política

Governo prepara MP para recadastrar armas irregulares

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 08:00 em Política

Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, negou que a medida seja uma forma de anistia: "No governo do PT ninguém nunca chamou de anistia, por que vai chamar no governo do...

[Decreto da arma ignorou sete sugestões de Moro, diz coluna]
Política

Decreto da arma ignorou sete sugestões de Moro, diz coluna

Por Clara Rellstab no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 06:49 em Política

A sugestão de Moro era mais restritiva: previa a posse para duas armas, e não quatro; não prolongava automaticamente registros já concedidos para dez anos e exigia a comp...