Política

Para conter impeachment, Dilma pede diálogo com o Congresso

Durante reunião realizada nesta segunda-feira (14), pela coordenação política, o líder do governo no Congresso Nacional, senador José Pimentel (PT-CE), afirmou que a presidente Dilma Rousseff pediu que seus auxiliares busquem dialogar com integrantes da base e da oposição no parlamento para tentar conter o processo de impeachment [Leia mais...]

[Para conter impeachment, Dilma pede diálogo com o Congresso]
Foto : Divulgação

Por Alaine Brasil no dia 14 de Março de 2016 ⋅ 16:34

Durante reunião realizada nesta segunda-feira (14), pela coordenação política, o líder do governo no Congresso Nacional, senador José Pimentel (PT-CE), afirmou que a presidente Dilma Rousseff pediu que seus auxiliares busquem dialogar com integrantes da base e da oposição no parlamento para tentar conter o processo de impeachment. Dilma avaliou ainda, juntamente com os nove ministros, o impacto das manifestantes do último domingo (13), no processo de impeachment que ela enfrenta no Congresso.

De acordo com o senador José Pimentel, a presidente Dilma demonstrou em meio à reunião estar “tranquila” em relação aos protestos que levaram milhões de pessoas às ruas do país. Ainda segundo Pimentel, Dilma destacou no encontro o caráter pacífico das manifestações e, apesar de ser o alvo principal dos protestos, avaliou que a rejeição da população é sobre a classe política, e não especificamente sobre um partido.

“Nós não podemos desconhecer o tamanho da mobilização. Temos de compreender o que ali está sendo apresentado e construir saídas. O que deixou todos nós assustados é que as mobilizações rejeitaram todos os políticos, independentemente de partido”, disse Pimentel.

Notícias relacionadas

[Mourão diz que MEC precisa de 'freio de arrumação']
Política

Mourão diz que MEC precisa de 'freio de arrumação'

Por Matheus Simoni no dia 22 de Março de 2019 ⋅ 12:40 em Política

Declaração foi feita após ele ser questionado se ele está “desconfortável” com os “desencontros” verificados na pasta, comandada pelo ministro Ricardo Vélez Rodríguez