Política

Wagner critica 'banalização' do impeachment: "Não é remédio para crise"

O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, utilizou as redes sociais nesta terça-feira (15) para criticar o que ele chamou de 'banalização do impeachment'. O ex-governador da Bahia também comentou as manifestações contrárias ao governo realizadas no último domingo (13). "Entendemos a manifestação de domingo como expressivas. O governo reconhece isso e também reconhece que a classe política como um todo foi questionada", disse Wagner. [Leia mais...]

[Wagner critica 'banalização' do impeachment:
Foto : Fernando Frazão/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 15 de Março de 2016 ⋅ 15:50

O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, utilizou as redes sociais nesta terça-feira (15) para criticar o que ele chamou de 'banalização do impeachment'. O ex-governador da Bahia também comentou as manifestações contrárias ao governo realizadas no último domingo (13). "Entendemos a manifestação de domingo como expressivas. O governo reconhece isso e também reconhece que a classe política como um todo foi questionada", disse Wagner.

Sobre a oposição, o ministro criticou também a tentativa de perpetuar a crise econômica e política. "Infelizmente, setores da oposição apostam no impasse, na perpetuação da crise e seguem tentando tirar da Presidenta um mandato conquistado legitimamente nas urnas", afirmou. "Já disse e insisto: impeachment não é remédio para crise econômica e impopularidade. Não podemos banalizar uma ferramenta constitucional que só deveria ser usada na exceção da exceção", completou.

Notícias relacionadas

[Isidório renuncia na AL-BA e policial federal assume]
Política

Isidório renuncia na AL-BA e policial federal assume

Por Clara Rellstab no dia 24 de Janeiro de 2019 ⋅ 06:20 em Política

O Policial Federal Anderson Muniz assumirá a posição de Isidório na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) até o dia 31 de janeiro