Política

Após citação em delação, Mercadante diz que ajudou Delcídio "na legalidade"

Após ser citado na delação premiada do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, comentou o teor das declarações do petista. De acordo com a delação, homologada junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) no âmbito da Operação Lava Jato, Mercadante teria atuado, por meio de um assessor de Delcídio, para convencer o senador a não fechar a delação. Isso aconteceu logo após a prisão de Delcídio, detido exatamente por tentar atrapalhar a Lava Jato. [Leia mais...]

[Após citação em delação, Mercadante diz que ajudou Delcídio
Foto : Antônio Cruz/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 15 de Março de 2016 ⋅ 15:42

Após ser citado na delação premiada do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, comentou o teor das declarações do petista. De acordo com a delação, homologada junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) no âmbito da Operação Lava Jato, Mercadante teria atuado, por meio de um assessor de Delcídio, para convencer o senador a não fechar a delação. Isso aconteceu logo após a prisão de Delcídio, detido exatamente por tentar atrapalhar a Lava Jato.

Em entrevista coletiva, Mercadante reafirmou o que Delcídio do Amaral disse na delação, mas para defender que apenas tentava ajudar o senador, que estava numa situação de "isolamento" político. Segundo o ministro, foi "um gesto de solidariedade pessoal"."Jamais falei com qualquer ministro do Supremo", destacou.

"O que me preocupa não é meu sentimento pessoal, são os valores que a sociedade vai construir. A solidariedade é essencial, mesmo quando a pessoa erra, pratica um crime", disse Mercadante.

Notícias relacionadas