Política

Boca Quente: o terceiro mandato de Lula, o foro familiar e o mico de Imbassahy

Primeiro-ministroNão vivemos na Inglaterra, mas agora já temos um primeiro-ministro parachamar de nosso. Trata-se de Luiz Inácio Lula da Silva, que aceitou o convite da presidente Dilma Rousseff e vai assumir a Casa Civil do governo federal. Com a mudança, Dilma assume de vez o papel de figura decorativa, tal qual a Rainha Elizabeth II, e o galego Wagner foi rebaixado para o posto de chefe de gabinete da Presidência. Será que agora, com plenos poderes, a jararaca voltará a destilar seu veneno por aí? Yes, sir!Troca-troca do JararacaApós a chegada de Lula na Casa Civil, a presidente Dilma Rousseff deve fazer uma reforma ministerial pesadíssima no governo, tudo para acomodar os aliados do novo chefão. Dos atuais ministros, o primeiro que deve pegar o caminho da roça é Aloizio Mercadante, da Educação. Além dele, é praticamente certa a saída do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, para dar lugar a Henrique Meirelles, amigo de Lula de outros carnavais.Foro familiar? A oposição avalia a ida de Lula para a chefia da Casa Civil como um tiro no pé e uma confissão de culpa. Com bom humor, um amigo da coluna -oposicionista ferrenho - já fez até piada com a situação: “Dizem que antes de aceitar ser ministro, Lula perguntou a Dilma se Dona Marisa e osfilhos também teriam foro privilegiado. É um brincalhão!”Manno pegou arEngajadíssimo politicamente e sem papas na língua, o cantor e compositor Manno Góes usou sua já famosa página no Facebook para criticar o deputado federal Antonio Imbassahy e lembrar o esquema de empreiteiras no metrô de Salvador na administração do tucano. “O baluarte da ética baiana. Tem muito cara de pau nesta terra”, disparou.“Ih, fora”Pimpão que só ele, o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) não esperava pela sonora vaia que levou no último domingo (13), no Farol da Barra. Cheio de si, Aleluia subiu ao carro e não foi poupado dos gritos de “Ih, fora!”, proferidos pela população, quando criticou a presidente Dilma Rousseff. Poderia ter dormido sem essa!

[Boca Quente: o terceiro mandato de Lula, o foro familiar e o mico de Imbassahy]
Foto : Agência Brasil

Por Grupo Metrópole no dia 17 de Março de 2016 ⋅ 08:52

A coluna Boca Quente desta semana traz a repercussão da nomeação do ex-presidente Lula como ministro da Casa Civil e as manifestações contra o governo federal em Salvador; confira

Primeiro-ministro

Não vivemos na Inglaterra, mas agora já temos um primeiro-ministro para
chamar de nosso. Trata-se de Luiz Inácio Lula da Silva, que aceitou o convite da presidente Dilma Rousseff e vai assumir a Casa Civil do governo federal. Com a mudança, Dilma assume de vez o papel de figura decorativa, tal qual a Rainha Elizabeth II, e o galego Wagner foi rebaixado para o posto de chefe de gabinete da Presidência. Será que agora, com plenos poderes, a jararaca voltará a destilar seu veneno por aí? Yes, sir!

Troca-troca do Jararaca

Após a chegada de Lula na Casa Civil, a presidente Dilma Rousseff deve fazer uma reforma ministerial pesadíssima no governo, tudo para acomodar os aliados do novo chefão. Dos atuais ministros, o primeiro que deve pegar o caminho da roça é Aloizio Mercadante, da Educação. Além dele, é praticamente certa a saída do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, para dar lugar a Henrique Meirelles, amigo de Lula de outros carnavais.

Foro familiar? 

A oposição avalia a ida de Lula para a chefia da Casa Civil como um tiro no pé e uma confissão de culpa. Com bom humor, um amigo da coluna -oposicionista ferrenho - já fez até piada com a situação: “Dizem que antes de aceitar ser ministro, Lula perguntou a Dilma se Dona Marisa e os
filhos também teriam foro privilegiado. É um brincalhão!”

Manno pegou ar

Engajadíssimo politicamente e sem papas na língua, o cantor e compositor Manno Góes usou sua já famosa página no Facebook para criticar o deputado federal Antonio Imbassahy e lembrar o esquema de empreiteiras no metrô de Salvador na administração do tucano. “O baluarte da ética baiana. Tem muito cara de pau nesta terra”, disparou.

“Ih, fora”

Pimpão que só ele, o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) não esperava pela sonora vaia que levou no último domingo (13), no Farol da Barra. Cheio de si, Aleluia subiu ao carro e não foi poupado dos gritos de “Ih, fora!”, proferidos pela população, quando criticou a presidente Dilma Rousseff. Poderia ter dormido sem essa!

Notícias relacionadas