Política

Em voo comercial, Wagner se atrasa e não comparece a posse de Lula em ministério

Durante a cerimônia de posse do ex-presidente Lula como novo ministro da Casa Civil, a presidente Dilma Rousseff (PT), saudou Jaques Wagner, que não compareceu ao evento, e assumirá a chefia do gabinete da Presidência. [Leia mais...]

[Em voo comercial, Wagner se atrasa e não comparece a posse de Lula em ministério]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 17 de Março de 2016 ⋅ 11:02

Durante a cerimônia de posse do ex-presidente Lula como novo ministro da Casa Civil, a presidente Dilma Rousseff (PT), saudou Jaques Wagner, que não compareceu ao evento, e assumirá a chefia do gabinete da Presidência. "Ao longo da minha vida aprendi a valorizar meus companheiros, pessoas especiais que têm estado ao meu lado. Durante as conversas pude perceber algumas coisas. Quero destacar meu amigo Jaques Wagner, ele é fundamental para meu governo", afirmou.

"Como articulador e bom conselheiro, permanecerá muito integrado ao meu processo interno. Mas circustâncias me dão a oportunidade de trazer ao governo o maior líder político desse governo", disse. Dilma justificou ainda a ausência de Wagner. "Ele não anda com avião da FAB, só de avião de carreira. Teve um contratempo e só vai chegar às 11h", concluiu.

O ex-ministro da Casa Civil estava em Salvador para comemorar seu aniversário e acabou não comparecendo à própria posse, que aconteceu na manhã desta quinta-feira (17), em Brasília. 

Notícias relacionadas

[Economista é indicado para assumir Enem]
Política

Economista é indicado para assumir Enem

Por Alexandre Galvão no dia 21 de Janeiro de 2019 ⋅ 15:55 em Política

Teixeira é professor da PUC-Rio nos cursos de graduação e pós-graduação em Administração

[Juiz manda PT baiano devolver mais de R$ 40 mil ]
Política

Juiz manda PT baiano devolver mais de R$ 40 mil 

Por Alexandre Galvão no dia 21 de Janeiro de 2019 ⋅ 09:56 em Política

Nas ações, são citados o presidente do partido na Bahia, Everaldo Anunciação e Ivan Alex Teixeira Lima, secretário de Finanças