Política

Juiz que suspendeu posse de Lula participava de protestos contra Dilma

O juiz Itagiba Catta Preta Neto da 4ª Vara do Distrito Federal, responsável pela decisão que suspendeu o ato de nomeação do ex-presidente Lula como ministro da Casa Civil, que aconteceu na manhã desta quinta-feira (17), se manifestava contra o governo petista nas redes sociais. [Leia mais...]

[Juiz que suspendeu posse de Lula participava de protestos contra Dilma]
Foto : Reprodução/Facebook

Por Gabriel Nascimento no dia 17 de Março de 2016 ⋅ 13:11

O juiz Itagiba Catta Preta Neto da 4ª Vara do Distrito Federal, responsável pela decisão que suspendeu o ato de nomeação do ex-presidente Lula como ministro da Casa Civil, que aconteceu na manhã desta quinta-feira (17), se manifestava contra o governo petista nas redes sociais.

Em sua página pessoal, é possível ver que o juiz estava presente em protestos contra Dilma e Lula, além de compartilhar conteúdos do movimentm Vem Pra Rua, um dos principais defensores da saída de Dilma. Em uma das fotografias, o juiz escreveu "Fora, Dilma". A conta foi excluída logo após a medida.

Na decisão, o juiz entendeu que há suspeita de cometimento do crime de responsabilidade por parte da presidente. Ele acolheu uma ação popular, movida pelo advogado Enio Meregali Junior. O governo vai recorrer.

 

Notícias relacionadas

[Governo prepara MP para recadastrar armas irregulares]
Política

Governo prepara MP para recadastrar armas irregulares

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 08:00 em Política

Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, negou que a medida seja uma forma de anistia: "No governo do PT ninguém nunca chamou de anistia, por que vai chamar no governo do...

[Decreto da arma ignorou sete sugestões de Moro, diz coluna]
Política

Decreto da arma ignorou sete sugestões de Moro, diz coluna

Por Clara Rellstab no dia 16 de Janeiro de 2019 ⋅ 06:49 em Política

A sugestão de Moro era mais restritiva: previa a posse para duas armas, e não quatro; não prolongava automaticamente registros já concedidos para dez anos e exigia a comp...