Política

Citado em lista da Odebrecht, ACM Neto diz que doações foram legais

Após ter seu nome publicado em uma lista da empreiteira Odebrecht, o prefeito ACM Neto (DEM) defendeu que os valores recebidos pelo partido são legais. O prefeito afirmou nesta quarta-feira (23) que as doações feitas pela empreiteira Odebrecht à sua campanha no ano de 2012 "seguiram todas as normas da legislação eleitoral". [Leia mais...]

[Citado em lista da Odebrecht, ACM Neto diz que doações foram legais]
Foto : Tacio Moreira/ Metropress

Por Matheus Simoni no dia 23 de Março de 2016 ⋅ 16:23

Após ter seu nome publicado em uma lista da empreiteira Odebrecht, o prefeito ACM Neto (DEM) defendeu que os valores recebidos pelo partido são legais. O prefeito afirmou nesta quarta-feira (23) que as doações feitas pela empreiteira Odebrecht à sua campanha no ano de 2012 "seguiram todas as normas da legislação eleitoral".

"A Odebrecht repassou recursos para o Democratas e o partido transferiu para a campanha, dentro do que determina a lei. Está tudo contabilizado na prestação de contas encaminhada à Justiça Eleitoral", afirmou Neto, por meio de nota. Nesta quarta-feira, a Polícia Federal apreendeu documentos que contêm possíveis repasses da empreiteira Odebrecht para mais de 200 políticos de 18 partidos políticos de todo o país.

As planilhas estavam em poder do presidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Barbosa Silva Júnior, e foram apreendidas na 23ª fase da operação Lava Jato, já batizada de “Acarajé”. Após a divulgação, a lista foi colocada sob sigilo pelo juiz federal Sérgio Moro.

Notícias relacionadas