Política

Dia D: PMDB decide nesta terça se fica no governo Dilma Rousseff

A expectativa é que a decisão ocorra com a entrega dos cargos ocupados pelos peemedebistas e seus indicados. Na última segunda-feira (28), o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves apresentou sua carta de demissão diante do iminente desembarque da base aliada. [Leia mais...]

[Dia D: PMDB decide nesta terça se fica no governo Dilma Rousseff]
Foto : Divulgação

Por Gabriel Nascimento no dia 29 de Março de 2016 ⋅ 07:08

Em uma reunião do diretório nacional, marcada para esta terça-feira (29), o PMDB deve confirmar a ruptura já esperada com o governo da presidente Dilma Rousseff (PT). A expectativa é que a decisão ocorra com a entrega dos cargos ocupados pelos peemedebistas e seus indicados. Na última segunda-feira (28), o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves apresentou sua carta de demissão diante do iminente desembarque da base aliada.

Principal legenda da base aliada, o PMDB detém a maior bancada na Câmara dos Deputados, com 68 parlamentares. O apoio ao governo, no entanto, nunca foi unânime dentro da sigla e as críticas se intensificaram com a crise econômica e a deflagração do processo de impeachment. O diretório nacional do PMDB tem 119 integrantes, mas com direito a 155 votos – alguns membros têm direito a mais de um voto, conforme o número de funções que acumulam no partido. A decisão sobre o rompimento, porém, deverá ser por aclamação, sem contagem nominal de votos.

Notícias relacionadas