Política

Geddel explica ausência de Temer no encontro de saída do PMDB do governo

Em entrevista à Rádio Metrópole nesta terça-feira (29), o presidente do diretório baiano do PMDB, Geddel Vieira Lima, explicou a ausência do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), da sessão que oficializou a saída do partido da base aliada do governo. Segundo o peemedebista, a decisão tinha sido tomada anteriormente para preservar a imagem do vice. [Leia mais...]

[Geddel explica ausência de Temer no encontro de saída do PMDB do governo]
Foto : Tacio Moreira/ Metropress

Por Matheus Simoni no dia 29 de Março de 2016 ⋅ 16:09

Em entrevista à Rádio Metrópole nesta terça-feira (29), o presidente do diretório baiano do PMDB, Geddel Vieira Lima, explicou a ausência do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), da sessão que oficializou a saída do partido da base aliada do governo. Segundo o peemedebista, a decisão tinha sido tomada anteriormente para preservar a imagem do vice.

"Foi uma decisão prévia. Nós todos avaliamos que, para não ser mal interpretado diante da decisão de afastamento do governo, sendo ele vice-presidente da República, optamos por convencê-lo. Dissemos a ele para ficar fora da decisão. Assim foi feito, comunicamos a ele sobre a decisão. Ele recebeu a notícia com alegria, porque isso representa a unidade do partido, tendo como consequência ao que já tínhamos conseguido na convenção", afirmou.

Ainda de acordo com Geddel, "para evitar constrangimentos pessoais", os ministros que estão filiados ao partido foram liberados da participação na reunião do diretório nacional.

Notícias relacionadas