Política

Marcelo Nilo é alvo de ação promovida por servidores da Assembleia e TCE

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (PDT), é alvo de uma Ação Popular ajuizada pelos servidores do Tribunal de Contas e da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia. [Leia mais...]

[Marcelo Nilo é alvo de ação promovida por servidores da Assembleia e TCE]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Matheus Morais no dia 26 de Junho de 2015 ⋅ 15:40

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (PDT), é alvo de uma Ação Popular ajuizada pelos servidores do Tribunal de Contas e da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia. Eles protestam contra a contratação de um escritório de advocacia em Brasília por um valor considerado “superfaturado” de R$ 200 mil.

Segundo os servidores,  o valor de tabela na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para esse tipo de atuação nos Tribunais Superiores em Brasília não passa de R$ 10 mil. Eles alegam ainda que o Legislativo “jamais poderia contratar escritório de advocacia, pois possui um Corpo Jurídico Próprio, composto por renomados procuradores, mestres e doutores, além de já contar com um procurador do estado lotado em Brasilia, Bruno Espinheira, exclusivamente pago pelo Estado para cuidar de suas ações e  seus interesses institucionais”.

Três representações foram protocoladas juntos com a Ação Popular pelo Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa, que denunciou o fato ao Ministério Público Estadual, Federal e ao Tribunal de Contas do Estado da Bahia. O Processo foi distribuído para o Juiz da 7ª Vara da Fazenda Pública.

Notícias relacionadas

[Governo da Bahia quer cortar gratificação de professores]
Política

Governo da Bahia quer cortar gratificação de professores

Por Alexandre Galvão no dia 14 de Dezembro de 2018 ⋅ 10:15 em Política

A proposta aponta ainda que o docente só terá direito ao abono salarial se estiver em escola que alcance metas anuais de permanência e sucesso escolar estipuladas pela Se...