Política

Ministro fala em "vazamento seletivo" da delação de dono da UTC

O ministro da Comunicação Social, Edinho Silva, disse, em coletiva de imprensa neste sábado (27), que houve vazamento seletivo das informações divulgadas em reportagem da revista Veja. A matéria lista nomes de 18 políticos, entre eles o de Silva e do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, citados pelo dono da construtora UTC, Ricardo Pessoa, como beneficiados do esquema de corrupção na Petrobras investigado na Operação Lava Jato. [Leia mais...]

[Ministro fala em
Foto : Reprodução

Por Juliana Almirante no dia 27 de Junho de 2015 ⋅ 15:29

O ministro da Comunicação Social, Edinho Silva, disse, em coletiva de imprensa neste sábado (27), que houve vazamento seletivo das informações divulgadas em reportagem da revista Veja. A matéria lista nomes de 18 políticos, entre eles o de Silva e do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, citados pelo dono da construtora UTC, Ricardo Pessoa, como beneficiados do esquema de corrupção na Petrobras investigado na Operação Lava Jato. O empresário teria denunciado os nomes em acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF),


Os ministros admitem ter recebido doações da UTC, mas negam que tenham sido ilegais. No caso de Mercadante, ele recebeu quando disputou o governo de São Paulo pelo PT em 2010.
Edinho Silva foi tesoureiro da campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2014.  "Se as mentiras divulgadas pela imprensa forem comprovadas, eu tomarei as medidas judiciais cabíveis. A delação não expressa a verdade dos fatos", afirmou Silva. O ministro da Comunicação estranhou que as suspeitas recaiam somente sobre a campanha de Dilma. "A UTC ou as empresas ligadas a ela não fizeram doações apenas para a campanha da presidenta Dilma. (...) Causa estranheza a mim, como causou a outros ministros, que o vazamento tenha, primeiramente, ocorrido e, em segundo lugar, de forma seletiva”, disse.

Notícias relacionadas

[Haddad vira réu por corrupção e lavagem de dinheiro]
Política

Haddad vira réu por corrupção e lavagem de dinheiro

Por Marina Hortélio no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 15:46 em Política

De acordo com o Ministério Público do Estado, o petista teria solicitado R$ 3 milhões da empreiteira UTC Engenharia por meio do tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Ne...