Política

Planalto temeu que Jaques Wagner fosse citado em escândalo, diz coluna

Auxiliares da presidente Dilma Rousseff apontam que o ex-governador baiano e ministro da Defesa, Jaques Wagner, se enfraqueceu na disputa por espaço no Planalto porque havia o temor de seu envolvimento no escândalo de corrupção apontado pelo dono da empreiteira UTC em acordo de delação premiada. [Leia mais..]

[Planalto temeu que Jaques Wagner fosse citado em escândalo, diz coluna]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Juliana Almirante no dia 28 de Junho de 2015 ⋅ 08:58

Auxiliares da presidente Dilma Rousseff apontam que o ex-governador baiano e ministro da Defesa, Jaques Wagner, se enfraqueceu na disputa por espaço no Planalto porque havia o temor de seu envolvimento no escândalo de corrupção apontado pelo dono da empreiteira UTC em acordo de delação premiada. De acordo com a coluna Painel, da Folha, por conta das declarações de Ricardo Pessoa, o procurador da República, Rodrigo Janot, deve divulgar uma nova lista de nomes que devem ser investigados. Pessoa declarou em depoimento ao Ministério Público Federal que contribuiu por meio de caixa dois com campanhas petistas, como a da presidente Dilma e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

Notícias relacionadas

[MPE acusa frase 'Haddad é Lula' de confundir eleitor]
PolíticaELEIÇÕES 2018

MPE acusa frase 'Haddad é Lula' de confundir eleitor

Por Marina Hortélio no dia 20 de Setembro de 2018 ⋅ 18:24 em Política

Ministério Público Eleitoral solicitou a supressão da propaganda, aplicação de multa e ressarcimento aos cofres públicos