Política

Sessão na Câmara vai homenagear Paulo Colombiano e Catarina Galindo

Os sindicalistas Paulo Colombiano e Catarina Galindo, já falecidos, serão homenageados nesta terça-feira (30) com uma sessão especial na Câmara Municipal de Salvador. [Leia mais...]

[Sessão na Câmara vai homenagear Paulo Colombiano e Catarina Galindo]
Foto : Metropress

Por Matheus Morais no dia 29 de Junho de 2015 ⋅ 15:34

Os sindicalistas Paulo Colombiano e Catarina Galindo, já falecidos, serão homenageados nesta terça-feira (30) com uma sessão especial na Câmara Municipal de Salvador. O evento acontecerá às 9h no Plenário Cosme de Farias. O casal chegava em sua casa na noite do dia 29 de junho de 2010, no bairro de Brotas, quando o carro em que estava foi alvejado por tiros. Os dois morreram na hora. Colombiano era tesoureiro do Sindicato dos Rodoviários da Bahia e investigava uma fraude de R$ 34 milhões no pagamento do plano de saúde da entidade.

A sessão vai reunir líderes do movimento sindical e familiares das vítimas. Na oportunidade, eles pretendem cobrar da justiça agilidade no julgamento dos acusados. “A Câmara prestará uma justa homenagem à Paulo e Catarina por tudo que eles representaram e representam para todos àqueles que lutam por liberdade, democracia, respeito aos direitos humanos e dos trabalhadores. A sessão também é para dizer que é inaceitável a protelação que vem ocorrendo no processo, evitando que os assassinos e os mandantes, que já foram devidamente identificados, sejam punidos com a pena correspondente. Não se pode aceitar o assassinato de qualquer pessoa e mandantes e assassinos ficarem soltos debochando da sociedade.”, disse o vereador Everaldo Augusto (PCdoB), autor da sessão.

Comentarios

Notícias relacionadas

[Ex-ministro do Trabalho era 'fantoche' do PTB, diz PF ]
Política

Ex-ministro do Trabalho era 'fantoche' do PTB, diz PF 

Por Alexandre Galvão no dia 16 de Julho de 2018 ⋅ 14:00 em Política

O documento ainda aponta uma “efetiva participação” da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) no núcleo político de uma organização criminosa

[Empreiteiras encolhem R$ 55 bilhões após Lava Jato]
Política

Empreiteiras encolhem R$ 55 bilhões após Lava Jato

Por Clara Rellstab no dia 16 de Julho de 2018 ⋅ 10:20 em Política

Odebrecht, Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão, Mendes Júnior e Constran (da UTC) tiveram as receitas reduzidas a um quarto no período