Política

Sérgio Moro abre ação penal contra Argolo e outros ex-deputados investigados

Uma ação penal contra três ex-deputados federais investigados na Operação Lava Jato foi aberta pelo juiz federal Sérgio Moro nesta segunda-feira (18). Os ex-parlamentares são: André Vargas (sem partido-PR), Luiz Argôlo (SD-BA) e Pedro Corrêa (PP-PE), que são acusados dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

[Sérgio Moro abre ação penal contra Argolo e outros ex-deputados investigados]
Foto : Agência Câmara

Por Matheus Morais no dia 19 de Maio de 2015 ⋅ 08:15

Uma ação penal contra três ex-deputados federais investigados na Operação Lava Jato foi aberta pelo juiz federal Sérgio Moro nesta segunda-feira (18). Os ex-parlamentares são: André Vargas (sem partido-PR), Luiz Argôlo (SD-BA) e Pedro Corrêa (PP-PE), que são acusados dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Os ex-parlamentares foram citados em depoimentos de delação premiada do doleiro Alberto Youssef. O baiano Luiz Argôlo, por sua vez, é visto pela investigação como um parlamentar com a relação mais próxima do doleiro Alberto Youssef. Segundo a Agência Brasil, Argôlo visitava frequentemente o doleiro para receber dinheiro. Ele usava, inclusive, sua cota parlamentar de viagens para encontrar Youssef. Foi movimentada ilegalmente por Argôlo e seus associados uma quantia de R$ 1,6 milhão.

Comentarios

Notícias relacionadas

[PDT deve oferecer ao PSB vaga de vice de Ciro Gomes]
Política

PDT deve oferecer ao PSB vaga de vice de Ciro Gomes

Por Alexandre Galvão no dia 20 de Julho de 2018 ⋅ 18:20 em Política

Depois de ver o acordo com o centrão minguar, alguns dirigentes do PDT ainda estavam otimistas sobre a chance de atrair o partido de Paulinho da Força