Política

Após provocação, Bruno Reis rebate Rui Costa: "Conhece muito pouco Salvador"

A rivalidade estabelecida entre governo e oposição está cada vez mais evidente com a proximidade das eleições. Durante entrevista a José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (5), o candidato a vice-prefeito de ACM Neto (DEM), o ex-secretário municipal do Combate à Pobreza e deputado estadual Bruno Reis (PMDB), aproveitou para provocar o governador Rui Costa (PT). [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Gabriel Nascimento no dia 05 de Agosto de 2016 ⋅ 10:58

A rivalidade estabelecida entre governo e oposição está cada vez mais evidente com a proximidade das eleições. Durante entrevista a José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (5), o candidato a vice-prefeito de ACM Neto (DEM), o ex-secretário municipal do Combate à Pobreza e deputado estadual Bruno Reis (PMDB), aproveitou para provocar o governador Rui Costa (PT).

Questionado sobre as críticas de Rui em relação a gestão de Neto, o peemedebista declarou: "Nós vamos ter ao longo de 35 dias na televisão para travar esse debate". "[Vamos] mostrar que Rui Costa conhece muito pouco de Salvador", finalizou.

 

Notícias relacionadas

[Moro deve trocar comando da Polícia Federal]
Política

Moro deve trocar comando da Polícia Federal

Por Marina Hortélio no dia 17 de Novembro de 2018 ⋅ 08:30 em Política

De acordo com a Folha, o atual superintendente da PF do Paraná, o delegado Maurício Valeixo, é um dos principais cotados para assumir o posto de diretor-geral da PF ou in...

[Dodge pede mais 60 dias para investigação sobre Aécio]
Política

Dodge pede mais 60 dias para investigação sobre Aécio

Por Marina Hortélio no dia 16 de Novembro de 2018 ⋅ 16:00 em Política

Inquérito que investiga o senador por suposto recebimento de valores indevidos pela Construtora Norberto Odebrecht para a campanha eleitoral de 2014

[Moro pede exoneração do cargo de juiz ]
Política

Moro pede exoneração do cargo de juiz 

Por Alexandre Galvão no dia 16 de Novembro de 2018 ⋅ 13:33 em Política

No documento, o futuro ministro da Justiça alegou que é notório o convite e aceite para a assumir a pasta em 2019