Política

Impeachment: Cardozo minimiza derrota de Dilma e diz que resultado era esperado

Após ser julgada procedente a denúncia contra a presidente afastada Dilma Rousseff (PT) por crime de responsabilidade, o ex-ministro da Advocacia-Geral da União e advogado da petista, José Eduardo Cardozo, afirmou nesta quarta-feira (10) que o resultado já era esperado. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Agência Brasil

Por Matheus Morais no dia 10 de Agosto de 2016 ⋅ 07:57

Após ser julgada procedente a denúncia contra a presidente afastada Dilma Rousseff (PT) por crime de responsabilidade, o ex-ministro da Advocacia-Geral da União e advogado da petista, José Eduardo Cardozo, afirmou nesta quarta-feira (10) que o resultado já era esperado. Os senadores aprovaram o parecer do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) por 59 votos contra 21.

“O placar já era relativamente esperado, um voto a mais, um voto a menos, mas era mais ou menos essa faixa”, disse Cardozo ao final da sessão se referindo à expectativa do governo do presidente interino Michel Temer de contar com 60 votos favoráveis.

Com a decisão pela aprovação do parecer do relator, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), Dilma virá ré no processo de impeachment por crime de responsabilidade. Anastasia falou a jornalistas que estava com a sensação do dever cumprido. “Saio com a sensação de dever cumprido, demonstrando a meu juízo, no relatório, que os crimes ocorreram e assim entendeu a grande maioria do Senado”, disse o tucano.

Notícias relacionadas