Política

"Temos uma Assembleia machista", critica deputada Fabíola Mansur

A deputada estadual Fabíola Mansur (PSB) ressaltou a importância de aumentar o número de mulheres no parlamento nacional. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto :

Por Matheus Morais no dia 16 de Agosto de 2016 ⋅ 09:37

A deputada estadual Fabíola Mansur (PSB) ressaltou a importância de aumentar o número de mulheres no parlamento nacional. Em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta terça-feira (16), a parlamentar definiu a Assembleia Legislativa da Bahia como "machista" e defendeu os direitos feministas. "Nós temos um projeto tramitando na Casa de ter 30% de mulheres na mesa diretora. Aquela Casa tem sete mulheres, tem apenas 10% de mulheres. Por mais que se diga e se tenha mulheres,  a gente ainda sente a dificuldade de uma Assembleia que é machista, que acha que a coisa mais importante no dia da mulher é dar uma flor, um botão de rosa, ou levar a mulher para jantar. Mulheres no poder faz  com que a gente aprove projetos mais rápidos. Acho que a gente precisa ter compromisso com as pautas feministas. Essas coisas são fundamentais e eu teu tenho buscado em minha viagens divulgar isso", disse. 

Questionada por Mário Kertész se acahava importante ter uma mulher na presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, Mansur concordou. "Acho importantíssimo. As mulheres precisam tomar seu espaço de poder", destacou. Fabíola Mansur, que é médica oftalmologista, tem entre suas principais bandeiras a defesa das mulheres, a diversidade sexual e também a saúde. 

 

Notícias relacionadas

[Bolsonaro será diplomado nesta segunda]
Política

Bolsonaro será diplomado nesta segunda

Por Alexandre Galvão no dia 09 de Dezembro de 2018 ⋅ 17:00 em Política

Os diplomas são assinados pela presidente do TSE, ministra Rosa Weber, que abre a sessão solene e indica dois ministros para conduzirem os eleitos ao plenário