Política

Sem muita animação, Lídice se diz "esperançosa" sobre impeachment de Dilma

Lídice considera pequena a possibilidade do processo de impeachment da presidente afastada, que começa a ser julgado no Senado no dia 25 de agosto, se reverter. "Não é fácil, mas acredito que ainda resta uma pequena esperança", avaliou, com um tom de voz que mais parecia negar a afirmação. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Luiza Leão no dia 16 de Agosto de 2016 ⋅ 19:22

A senadora baiana Lídice da Mata (PSB-BA), foi entrevistada pelo apresentador do programa "Se Liga Bocão", José Eduardo, na rádio Itapoan FM, nesta terça-feira (16). Por telefone, a senadora opinou sobre o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff e a carta divulgada nesta terça, batizada como "Mensagem ao Senado e ao povo brasileiro". 

Lídice considera pequena a possibilidade do processo de impeachment da presidente afastada, que começa a ser julgado no Senado no dia 25 de agosto, se reverter. "Não é fácil, mas acredito que ainda resta uma pequena esperança", avaliou, com um tom de voz que mais parecia negar a afirmação. 

"Se o impeachment não é o caminho, apoiarei o plebiscito que é o caminho. Eu não tenho duvidas de que terá todo o apoio popular", concordou Lídice com a sugestão escrita por Rousseff sobre a criação de um plebiscito para consultar o eleitorado sobre uma eventual antecipação das eleições presidenciais de 2018. Para ela, a medida é mais democrática que o "golpe". 

Notícias relacionadas

[‘O Estado brasileiro matou Marielle’, afirma viúva da vereadora]
Política

‘O Estado brasileiro matou Marielle’, afirma viúva da vereadora

Por Matheus Simoni e Alexandre Galvão no dia 18 de Dezembro de 2018 ⋅ 09:10 em Política

"A política não aceita uma mulher preta, favelada, lésbica. Esse contexto é dramático é pode colocar outras vidas em risco”, declarou ela, em entrevista a Mário Kertész