Política

Bumlai diz à Polícia Federal que Dona Marisa pediu ajuda em ampliação de sítio

O pecuarista José Carlos Bumlai afirmou em depoimento à Polícia Federal (PF) que a ex-primeira-dama Marisa Letícia lhe pediu ajuda com obras para ampliar o sítio Santa Bárbara, localizado em Atibaia (SP). A propriedade está registrada em nome dos empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar. [?eia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Alex Ferreira/Agência Câmara

Por Matheus Simoni no dia 17 de Agosto de 2016 ⋅ 20:02

O pecuarista José Carlos Bumlai afirmou em depoimento à Polícia Federal (PF) que a ex-primeira-dama Marisa Letícia lhe pediu ajuda com obras para ampliar o sítio Santa Bárbara, localizado em Atibaia (SP). A propriedade está registrada em nome dos empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar. Amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Bumlai foi ouvido na última terça-feira (16) na superintendência da PF, em São Paulo.

A força-tarefa da Lava Jato apura se o imóvel é de fato de Lula, que é suspeito de ocultar patrimônio que seria oriundo do esquema de corrupção instalado na Petrobras. Processado por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa decorrentes de supostos desvios de recursos da petrolífera, o pecuarista está se tratando de um câncer na bexiga e prestou depoimento acompanhado pelos advogados que o representam, Daniella Meggiolaro e Conrado Prado. Durante o depoimento, Bumlai disse que foi ao sítio em companhia de Bittar e de Marisa Letícia, em 2010. O pecuarista disse que naquela oportunidade Bittar contou ter adquirido o imóvel com dinheiro do pai, o petista Jacó Bittar, e que o sítio seria destinado ao uso das famílias Bittar e Lula da Silva. 

A defesa do ex-presidente nega reiteradamente a ocorrência de qualquer ilícito envolvendo o sítio. Os advogados Cristiano Zanin Martins e Roberto Teixeira afirmaram que Lula e seus familiares frequentaram o sítio por serem amigos da família Bittar há mais de 40 anos e que a Operação Lava Jato "promove uma perseguição política" ao ex-presidente.

Notícias relacionadas

[Ação do DEM no STF pode tirar o mandato de 27 deputados]
Política

Ação do DEM no STF pode tirar o mandato de 27 deputados

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Dezembro de 2018 ⋅ 08:00 em Política

Processo que questiona as novas regras para a divisão de cadeiras remanescentes tem o potencial de rachar o Centrão, segundo a Coluna do Estadão