Política

Daniel Almeida nega favorecimento na escolha de candidato a vereador

A edição desta quinta-feira (18) do Jornal da Metrópole trouxe na coluna Boca Quente que as atitudes do deputado federal e presidente estadual do PCdoB, Daniel Almeida, têm incomodado alguns membros do partido [leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira e Matheus Morais no dia 18 de Agosto de 2016 ⋅ 10:08

A edição desta quinta-feira (18) do Jornal da Metrópole trouxe na coluna Boca Quente que as atitudes do deputado federal e presidente estadual do PCdoB, Daniel Almeida, têm incomodado alguns membros do partido. Dizem nos bastidores que Daniel quer ser o dono perpétuo do partido e por lá tem seus apadrinhados, como o ex-coordenador do SineBahia, Marcelo Gavião — por quem, inclusive, já comprou briga com o secretário do Esporte, Álvaro Gomes.

Em entrevista ao Metro1, Marcelo negou o favorecimento a Gavião na disputa por uma vaga na Câmara de Vereadores. “Somos um partido em crescimento, temos a responsabilidade de disputar no maior número de municípios e o desafio de disputar a prefeitura em Salvador já é de uma grande dimensão. Tínhamos 60 candidatos a vereadores em Salvador, em função da aliança com demais partidos, teve que passar para 20 candidatos. Imagina qual partido não tem essa tensão”, explicou.
Daniel aproveitou para alfinetar a oposição.  “A diferença é que no nosso partido a coisa é feita de forma democrática, a gente se reúne e ouve cada pessoa. Em alguns partidos é uma canetada só, e o cara não tem nem espaço para reclamar”, disse. 

 

Notícias relacionadas