Política

Moro autoriza ex-executivo da Queiroz Galvão a deixar prisão para ir ao médico

O juiz federal Sérgio Moro concedeu autorização para que o ex-executivo da Queiroz Galvão, Ildefonso Colares Filho, deixasse a prisão para realizar exames em um hospital. Ildefonso está preso desde o início do mês de agosto, por ser um dos envolvidos nos esquemas de lavagem de dinheiro investigados pela Operação Lava Jato. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto :

Por Luiza Leão no dia 20 de Agosto de 2016 ⋅ 20:12

O juiz federal Sérgio Moro concedeu autorização para que o ex-executivo da Queiroz Galvão, Ildefonso Colares Filho, deixasse a prisão para realizar exames em um hospital. Ildefonso está preso desde o início do mês de agosto, por ser um dos envolvidos nos esquemas de lavagem de dinheiro investigados pela Operação Lava Jato.

A decisão de Moro obriga que o preso seja escoltado durante o trajeto para o centro médico e que ele custeie os exames, que deverão ser realizados no Hospital Santa Cruz, por já ser preparado para receber os presos da Lava Jato.

A defesa alegou que Ildefonso está em tratamento de tumores pulmonares e por isso, precisaria de acompanhamento médico. Os advogados acrescentaram que é necessário que haja a visita de profissionais de saúde na prisão da Superintendência da Polícia Federal, no Paraná, local onde o ex-executivo está preso.

Notícias relacionadas

[Ação do DEM no STF pode tirar o mandato de 27 deputados]
Política

Ação do DEM no STF pode tirar o mandato de 27 deputados

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Dezembro de 2018 ⋅ 08:00 em Política

Processo que questiona as novas regras para a divisão de cadeiras remanescentes tem o potencial de rachar o Centrão, segundo a Coluna do Estadão