Política

Depois de acusar ACM Neto de superfaturar obras, Célia Sacramento volta atrás

Após afirmar em entrevista ao jornal A Tarde que o prefeito de Salvador e candidato à reeleição, ACM Neto (DEM), superfaturou obras como a da Orla do Rio Vermelho e da Barra, a vice-prefeita e candidata ao Palácio Thomé de Souza, Célia Sacramento (PPL), negou que tenha feito as acusações. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Walter Pontes / Agecom

Por Matheus Morais no dia 26 de Agosto de 2016 ⋅ 10:40

Após afirmar em entrevista ao jornal A Tarde que o prefeito de Salvador e candidato à reeleição, ACM Neto (DEM), superfaturou obras como a da Orla do Rio Vermelho e da Barra, a vice-prefeita e candidata ao Palácio Thomé de Souza, Célia Sacramento (PPL), negou que tenha feito as acusações. "Essa informação aí não saiu dos meus lábios. Essa é uma informação que não é pertinente. Eu fiz uma entrevista e disse que quando eu for prefeita farei as obras a custos menores. Porque sou formada em contabilidade e controladoria pela USP e sou especialista em gestão de custos.", disse em conversa com o site Bocão News. 

Segundo Célia, a Lei de Responsabilidade Fiscal estabelece a necessidade dos gestores públicos criarem controle de custos para termos condições de minimizar custos. "É como na nossa casa. Você faz compras em um supermercado e quando chega em casa sua esposa diz ‘puxa, você poderia ter feito outro mercado que teria um custo menor’. Estive com o prefeito fazendo este trabalho e tivemos um determinado custo. Quando eu for prefeita eu pretendo desenvolver uma série de ações lícitas, dentro da legislação, trabalhando inclusive com pessoas do próprio bairro para reduzir custos fazendo a custos muito menores. Porque na gestão pública, a maioria dos gestores do Brasil valorizam dizer ‘olha, gastei tanto para fazer obra´, mas eu não. Vou sair fazendo comparações. Na minha gestão será transparente, fazendo comparações", ressaltou Célia Sacramento. 

Célia e ACM Neto romperam a relação política após o prefeito escolher o deputado estadual Bruno Reis (PMDB) como seu vice na chapa de reeleição, preterindo a atual vice-prefeita. Depois do rompimento, Célia também resolveu se candidatar a prefeita nas eleições de outubro. 

Notícias relacionadas