Política

"Como todos, tenho defeitos e cometi erros", diz Dilma em discurso

Em discurso no Senado, na manhã desta segunda-feira (29), a presidente afastada Dilma Rousseff (PT), fez sua defesa no processo de impeachment. Acompanhada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, além de correligionários e do cantor e compositor Chico Buarque, Dilma afirmou que respeitou "fielmente" o compromisso que assumiu perante à nação. "No dia primeiro de janeiro de 2015 assumi meu segundo mandato a presidência da República. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Matheus Morais e Gabriel Nascimento no dia 29 de Agosto de 2016 ⋅ 10:18

Em discurso no Senado, na manhã desta segunda-feira (29), a presidente afastada Dilma Rousseff (PT), fez sua defesa no processo de impeachment. Acompanhada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, além de correligionários e do cantor e compositor Chico Buarque, Dilma afirmou que respeitou "fielmente" o compromisso que assumiu perante à nação. "No dia primeiro de janeiro de 2015 assumi meu segundo mandato a presidência da República. Fui eleita por mais de 54 milhões de votos, na minha posse, assumi um compromisso de manter, defender e cumprir a constituição. Bem como o de observar as leis, promover o bem geral do povo, sustentar a união e a integridade e independência do Brasil. A exercer, respeitei fielmente o compromisso que assumi perante a nação e aos que me elegeram. Me orgulho disso", disse Dilma. 

"Sempre acreditei na democracia e no estado de direito. Sempre vi na conquista de 1988 uma grande conquista do nosso povo. Jamaias atentaria contra o que acredito, ou praticaria atos contrários aos interesses dos que me elegeram. Para me defender do impeachment me aproximei mais do povo, recebi seu carinho, ouvi críticas, duras ao meu governo, a erros que foram cometidos e medidas impolíticas que não foram adotadas. Acolhi com humildade. Como todos, tenho defeitos e cometi erros", completou. 

Notícias relacionadas