Política

Neto vence mais uma liminar e suspende propaganda publicitária de Alice

O prefeito de Salvador e candidato à reeleição, ACM Neto (DEM), venceu mais uma ação contra a deputada federal e candidata ao cargo de prefeito, Alice Portugal (PcdoB), proibindo a veiculação de uma propaganda eleitoral contra ele. De acordo com a defesa de Neto, no programa eleitoral transmitido pela televisão no último sábado (27) havia informações "caluniosas e difamatórias". [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Luiza Leão no dia 29 de Agosto de 2016 ⋅ 17:50

O prefeito de Salvador e candidato à reeleição, ACM Neto (DEM), venceu mais uma ação contra a deputada federal e candidata ao cargo de prefeito, Alice Portugal (PcdoB), proibindo a veiculação de uma propaganda eleitoral contra ele. De acordo com a defesa de Neto, no programa eleitoral transmitido pela televisão no último sábado (27) havia informações "caluniosas e difamatórias". A peça publicitária sugere que o democrata se beneficiou com um aumento salarial - considerado o maior entre as demais capitais do país - e que por esse motivo teria multiplicado o seu patrimônio.  

A decisão da juíza Daniela Guimarães Andrade Gonzaga, da 20ª Zona Eleitoral de Salvador, divulgada nesta segunda-feira (29), proíbe a transmissão da campanha publicitária no rádio, na televisão e na internet. Para ela, outra irregularidade está na indução do eleitor a acreditar que Salvador tem os piores índices de educação infantil e que a divulgação da peça “estará prestando de desserviço à sociedade, devendo ser coibida”. A multa para cada dia em que a decisão for descumprida está avaliada em R$20 mil.

No dia 25 de agosto a chapa de Neto havia vencido outra liminar contra Alice Portugal, retirando a peça publicitária em que a candidata se refere ao atual prefeito como "golpista".

 

Notícias relacionadas