Política

“Presidente segue mentindo”, rebate Cunha sobre acusações de Dilma

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), rebateu as acusações feitas pela presidente afastada, Dilma Rousseff (PT) durante discurso no Senado na última segunda-feira (29). Na ocasião, a petista afirmou que o deputado era responsável por orquestrar o “golpe” que sofre a sua gestão [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Alex Ferreira/Câmara dos Deputados

Por Bárbara Silveira no dia 30 de Agosto de 2016 ⋅ 08:43

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), rebateu as acusações feitas pela presidente afastada, Dilma Rousseff (PT) durante discurso no Senado na última segunda-feira (29). Na ocasião, a petista afirmou que o deputado era responsável por orquestrar o “golpe” que sofre a sua gestão.

Em nota, Cunha disse que “a presidente afastada segue mentindo, visando a dar seguimento ao papel de personagem de documentário que resolveu exercer, após a certeza do seu impedimento, em curso pelo julgamento em andamento”, fazendo menção ao documentário sobre o processo de impeachment que vem sendo filmado no Senado.

Sobre a acusação do impeachment ter sido aberto graças a “chantagens” feitas por Cunha, que teria “arquitetado a sabotagem”, o deputado desafiou a presidente afastada a “demonstrar qual foi a pauta-bomba votada e qual projeto do governo não foi votado”. “Em 2015, foram votadas 28 medidas provisórias, seis projetos oriundos do governo, incluindo o da repatriação, assim como mais de 30 acordos internacionais, além de dezenas de outras proposições, o que tornou 2015 o ano recorde de apreciação de projetos”, diz a nota.

Leia mais:

Confira o discurso completo de Dilma no Senado na íntegra; veja vídeo

 

Notícias relacionadas