Política

Após agressão a jornalista, Suíca cobra ação mais eficaz da Corregedoria

[Imagem not found]
Foto : Divulgação / Agecom

Por Cristiele França no dia 08 de Julho de 2015 ⋅ 14:21

O vereador e líder da oposição na Câmara de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT) cobrou esta semana, em discurso na Casa, ações mais ativas da Corregedoria da PM para os casos de agressões a cidadãos e questiona o modus operandi da corporação em bairros periféricos. “Isso acontece diariamente nas periferias da capital. Estamos acompanhado todos os passos deste caso, mas de outros também. Fora que não temos como desvincular a questão racial neste momento, estamos cientes que as dificuldades são muitas e que existem policiais bons e outros que não atuam de acordo com as regras”.
 
Segundo o vereador petista, os nomes dos policiais denunciados pelo jornalista Marivaldo Filho estão sendo procurados e serão enviados à Corregedoria. Suíca também questiona que a PM não pode observar o caso como ‘suposta agressão’. “O que aconteceu foi uma violação de direitos, desvio de função, abuso de poder e agressões deliberadas por causa de uma situação que poderia se resolver com o diálogo. Falta preparo e precisamos apontar os erros”. Caso a denúncia seja aceita, os policiais podem ficar afastados por 60 dias e responder processo disciplinar. 

Notícias relacionadas