Política

Vice, Célia nega ter "virado folha": "Sempre fiz críticas ao prefeito"

A entrevista da atual vice e candidata ao cargo de prefeito Célia Sacramento (PPL) realizada nesta segunda-feira (12) pela rádio Itapoan FM foi marcada por uma série de aumentos no tom de voz da candidata, contradições em suas falas e alguns esclarecimentos aos jornalistas, que, mesmo sem entender algumas das frases, recebiam de Célia a justificativa de que "a população tá entendendo". [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Facebook

Por Luiza Leão no dia 12 de Setembro de 2016 ⋅ 20:17

A entrevista da atual vice e candidata ao cargo de prefeito Célia Sacramento (PPL) realizada nesta segunda-feira (12) pela rádio Itapoan FM foi marcada por uma série de aumentos no tom de voz da candidata, contradições em suas falas e alguns esclarecimentos aos jornalistas, que, mesmo sem entender algumas das frases, recebiam de Célia a justificativa de que "a população tá entendendo". 

Superfaturamento

A candidata negou diversas vezes ter declarado que o prefeito tenha superfaturado obras, afirmando que houve um gasto maior do que deveria nas ações de requalificação da Orla e sustentando que o significado das duas expressões é diferente. "Olhe só qual foi o comentário que eu fiz e faço. Estou dizendo que tenho competência pra fazer obras com preços menores. É difícil entender? Eu nunca falei a palavra superfaturamento", afirmou.

Questionada por só agora, depois de ter sido trocada na chapa de Neto pelo peemedebista Bruno Reis, criticar a gestão do democrata, Célia passou a bola para os jornalistas. "Eu sempre fiz críticas ao prefeito publicamente, agora vocês nunca publicaram", garantiu. Célia disse ainda que em comícios sempre teve espaço para falar, mas que em coletivas os jornalistas preferem o prefeito à vice.

Com algumas contradições, afirmou ter tido espaço na Prefeitura, mas sem ter a caneta para atuar, ainda que assumindo o cargo de Neto quando ele estava em viagens. “Eu lembro de um dia que o prefeito viajou e vários jornalistas me acompanharam. Assumi várias vezes”, garantiu, citando matéria publicada na capa do jornal A Tarde para comprovar. 

"Qualificada"

Durante a sabatina, Célia Sacramento fez questão de reafirmar sua qualificação como funcionária pública concursada, professora, mestre e contadora. Apesar de qualificada, a vice-prefeita lembrou de quando desconhecia o termo "musculatura política" - que se refere à força e extensão de um partido ou de um grupo político. "Na política, pessoal, tem uma série de termos que nós não conhecemos. É claro que quando o prefeito me falou: ‘Precisa ter musculatura política’, eu perguntei o que era. Eu não estou preocupada com musculatura política. Eu queria era ter um partido com ficha limpa", disse Célia, que em 2015 trocou o PV pelo nanico PPL.

Candidata de Facebook

A vice-prefeita aproveitou que estava ao vivo na rádio para mandar "alôs" diversos aos bairros periféricos da cidade, que, segundo ela, conhecem-na por sua atuação nas favelas, registrados com fotos e vídeos em sua rede social. De acordo com Célia, esta é a alternativa aos seus parcos oito segundos na campanha eleitoral gratuita. 

Notícias relacionadas

[Neto alfineta Rui por disputa pela prefeitura em 2020]
Política

Neto alfineta Rui por disputa pela prefeitura em 2020

Por Matheus Simoni e Clara Rellstab no dia 17 de Janeiro de 2019 ⋅ 10:22 em Política

Ainda de acordo com o prefeito, entre os nomes cogitados, o de Bruno Reis ganha destaque por conta da importância dele na gestão municipal